Rede de Rega

Canal Condutor Geral (CCG)

O Canal Condutor Geral (CCG) tem início na tomada de água da barragem da Meimoa, destinando-se a abastecer as tomadas de água quer das estruturas de compensação, quer das derivações directas para as redes secundárias de rega.

Canal do Escarigo (T4)

O Canal do Escarigo tem início na tomada T4 do CCG, tem um desenvolvimento de 6,2km e termina no reservatório do Escarigo, que faz a compensação dos caudais para toda a água servida pelo canal. Duas tomadas (C.4.1 e C.4.2) derivam caudais directamente do canal para a rede secundária em pressão, e uma terceira (C.4.3) a partir do reservatório da extremidade.
 

Estruturas de compensação

Canal reservatório da Meimoa (T2)

É um canal reservatório com origem na tomada T2 do canal condutor geral, com bermas de nível e 5km de desenvolvimento) que abastece as condutas C.2.1 e C.2.2 de rede secundária de rega podendo fazer a compensação de caudais para a área que lhes corresponde.

Barragem do Escarigo

A barragem do Escarigo é uma barragem de terra homogénea.

Reservatório de Belmonte (T6)

O Reservatório de Belmonte é semiescavado, com forma rectangular, com revestimento interior em geomembrana de PEAD, uma estrutura de entrada, uma tomada de água para rega equipada com um sistema de filtração por tamisador e uma descarga de fundo.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos faz-se a partir da sala de comandos.

O Reservatório de Belmonte destina-se a fazer a compensação dos caudais que lhe são transferidos do CCG, atrás da Tomada 6 para a área servida pelo bloco de Belmonte.

Reservatório do Monte do Bispo (T7)

O Reservatório do Monte do Bispo é um reservatório de terra homogénea. Este reservatório destina-se a armazenar os volumes de água existentes em excesso no CCG. Inicia-se a conduta principal (Tomada 7) responsável pelo abastecimento do bloco de Caria.

Reservatório de Peraboa (T8)

O Reservatório de Peraboa tem um arranjo geral compreendendo um reservatório semi-escavado com revestimento interior em geomembrana de PEAD, uma estrutura de entrada, uma tomada de água para rega equipada com um filtro do tipo tamisador, e uma descarga de fundo.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos faz-se a partir da sala de comando.

Reservatório do Ferro (T9)

O reservatório do ferro encontra-se afastado do CCG cerca de 250m, sendo a diferença de cotas entre o CCG e o reservatório, conforme referido, da ordem dos 25m.

O reservatório tem um arranjo geral compreendendo um reservatório semi-escavado com revestimento interior com geomembranas de PEAD, na estrutura de entrada, uma tomada de água por rega equipada com um filtro do tipo tamisador e uma descarga de fundo.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos faz-se a partir da sala de comando.

Reservatório do Fundão (T10)

O Reservatório do Fundão tem um arranjo geral compreendendo um reservatório semi-escavado com revestimento interior em geomembrana de PEAD, uma estrutura de entrada, uma tomada de água para rega equipada com um filtro do tipo tamisador, e uma descarga de fundo.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos far-se-á a partir da sala de comando.

Reservatório da Fatela (T11)

O reservatório da Fatela tem um arranjo geral compreendendo um reservatório semi-escavado com revestimento interior em geomembrana de PEAD, um estrutura de entrada, uma tomada de água para rega equipada com um sistema de filtração por tamisador, e uma descarga de fundo.

Deste reservatório parte a conduta C.15 para a rega do Bloco de Fatela.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos far-se-á a partir da sala de comando.

Reservatório da Capinha (T12)

O reservatório da Capinha tem um arranjo geral compreendendo um reservatório semi-escavado com revestimento interior em geomembrana de PEAD, um estrutura de entrada, uma tomada de água para rega equipada com um sistema de filtração por tamisador, e uma descarga de fundo.

A supervisão e automatização da manobra dos equipamentos hidromecânicos far-se-á a partir da sala de comando.

Barragem de Capinha

A barragem da Capinha constitui estrutura de armazenamento terminal do CCG, destinando-se apenas ao abastecimento público.

Esta barragem localiza-se na ribeira das poldras, pertencente à bacia hidrográfica do rio Tejo, na freguesia de Capinha, do Concelho do Fundão, no Distrito de Castelo Branco e é explorado pelo IMAG.

A Barragem da capinha está integrada na rede primária de rega, considera-se nesta infraestrutura que o CCG tem também como função assegurar a adução do sistema Sabugal-Meimoa à albufeira e depois ao Fundão.

ABCB – ASSOCIAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS DA COVA DA BEIRA
Rua Haapsalu – Apartado 438 Fundão 6234-909 Fundão
Telf. 275 774 536 | Email: abcbeira@gmail.com